Wellington Dantas reside em Recife-PE e atua, notadamente, na área teatral, com várias coberturas de peças e festivais em Recife, a exemplo do Janeiro de Grandes Espetáculos e Mostra Brasileira de Dança, realizados entre os anos de 2008 e 2011. Tem trabalhos documentais para as empresas Transpetro, Baterias Moura, Compesa e Masterboi, entre outras corporações.
Dedica-se, ainda, à fotografia autoral com vários ensaios entre o real e o lírico, brincando com o imaginário e a fantasia.

É membro da Associação Nacional de Fotógrafos, Fototech e do Fotoclube Câmara Escura.

Menção Honrosa na XXVI Bienal Brasileira da Arte Fotográfica em P&B com a foto "Velocidade"(2010)
Selecionado no 46º Salão Jauense Internacional de Arte Fotográfica em 2010 com "Ponto de Fuga"